Comenius

Publicado por Administrador.

Esta é a segunda vez consecutiva que a nossa Escola participa no Projeto Comenius. Trata-se, mais uma vez, do Projeto designado “Comenius 1- Parcerias Multilaterais”, um dentre os vários Projetos/Programas que integram o PALV (Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida), promovido pela Comissão Europeia. 

O Projeto Comenius1 destina-se exclusivamente a países membros da União Europeia (ou com aspirações a isso, como é o caso da Turquia). Tem a duração de três anos: o primeiro ano destina-se à formação da parceria, através do acesso a bases de dados criadas para o efeito, e à conceção conjunta do Projeto, em língua inglesa (língua de comunicação entre os parceiros), que conta com a participação de um Coordenador de cada país parceiro, assumindo um deles a função de Coordenador Geral. Nesse primeiro ano, o Projeto é submetido a aprovação junto das respetivas Agências Nacionais, podendo o mesmo ser aprovado ou não pelas diferentes Agências. Normalmente, o que determina a parceria é um tema aglutinador do agrado e interesse de todos os que a ela passam a pertencer. Nos segundo e terceiro anos, decorre a segunda fase do Projeto, isto é, a sua execução, durante a qual as Escolas, através do envolvimento de todos os agentes da educação, em particular, dos alunos, principais destinatários e intervenientes destes projetos, desenvolve o conjunto de atividades previstas, sob a orientação de uma equipa de professores mais ou menos alargada (a nossa equipa é constituída por três professoras e 33 alunos), procurando concretizar os produtos finais igualmente constantes do Projeto, com vista à prossecução dos objetivos delineados, gerais e específicos de cada Projeto.

Dos objetivos gerais, salientam-se os seguintes: contribuir para o reforço da dimensão europeia da educação, promovendo o conhecimento da unidade/diversidade do património cultural europeu; estabelecer laços interculturais entre os participantes dos diversos países; incentivar o desenvolvimento do espírito de cidadania e tolerância face à diversidade cultural; abrir a Escola à comunidade envolvente e ao mundo exterior; fomentar a partilha de experiências e saberes entre comunidades escolares diversas; desenvolver a competência de comunicação em língua inglesa; alargar os conhecimentos na área das TIC.

Estes projetos contemplam, além disso, um mínimo de mobilidades, que se traduzem em Encontros realizados em cada um dos países participantes, sendo, em geral, o primeiro um Encontro preparatório, que ocorre no país coordenador, destinado ao trabalho de reajustamento do Projeto. Estes Encontros são, sem dúvida, o ponto alto destes Projetos, onde alunos e professores participantes têm a oportunidade de conviver, desenvolver a sua competência em língua inglesa, contactar com a língua do país, conhecer outros contextos escolares, sociais e culturais, descobrir a região em que se integra a Escola estrangeira visitada, enfim, alargar os seus horizontes, beneficiando de momentos de partilha, únicos e inesquecíveis.

Refira-se ainda que estes projetos preveem, naturalmente, momentos de refexão e avaliação em diversas fases do seu desenvolvimento, bem como a obrigação de divulgação do trabalho efetuado e dos produtos finais, junto da comunidade escolar, da comunidade local e na plataforma de partilha de experiências, a nível europeu – European Shared Treasure (EST).

A Coordenadora do Projeto

Julieta Pereira